domingo, 16 de agosto de 2015

Poema de amor para o domingo

E hoje vai ter poema que o bonito escreveu para mim dentro de um trem, voltando para casa em uma madrugada de agosto, há exatamente 1 ano atrás. Hoje passamos o dia juntos, cercados por amigos seus, que estão se tornando meus também. O saldo do fim de semana foi mais que positivo, porque você me ajudou a driblar as tristezas e estendeu a mão, mesmo quando eu já não estava mais me aguentando dentro de um mundo sem saída. Obrigada! Te amo (:


Caput Kaput

Em uma semana de agosto
Quando nada mais esperava
Eis que vejo uma luz transcendente
Na escuridão que aqui habitava.

Em meio ao holocausto sonhara
Em virtude, amor e poesia
Nos tempos difíceis da vida
Esperança ali existia.

O medo do mês do desgosto
Bem mais forte do que deveria
O vento que corta o rosto
A coragem de enfrentar mais um dia

Em meio a palavras sensíveis
Dinheiro e ganância não via
Mil passos em ruas vazias
Alma calma e mente tranquila.

Sorriso belo e sincero
Cabelos de primavera
Olhos que brilham diamante
Juventude apaixonante.

Em meio a um abraço eterno
No fundo imaginava
Em uma rua sem saída
Coração ali morava.

O meu, o seu.
Caput kaput.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...