sábado, 19 de outubro de 2013

Tudo por um ônibus lotado

Notificação: Texto escrito baseado em fatos reais e vivenciados por uma amiga. Resolvi então fazer uma homenagem simples e adaptada de uma situação que achei extremamente linda.





Foi em um ônibus lotado que te vi pela primeira e talvez a única vez. Era um dia comum, com a correria de todos os dias e o cansaço depois de um dia inteiro de trabalho. Mas você não fazia parte dos meus planos. 

Vi você se aproximar com uma sacola e sua mochila. Resolvi então me oferecer para ajudá-lo. Eu que por alguma sorte conseguira um lugar para sentar me senti na obrigação de ser educada, mesmo não aguentando nem com as minhas próprias coisas. 
Reparei na sua barba por fazer e nos seus olhos que brilharam de agradecimento quando lhe ofereci ajuda. Cheguei a pensar se não formaríamos um belo casal.

Ouvindo músicas aleatórias e cantarolando baixinho, o tempo passou depressa e quando percebi, você já estava pedindo as suas coisas e agradecendo pela ajuda. Naquele momento idealizei nossas vidas juntos e por um instante quis segurar suas coisas pra sempre e não deixá-lo ir. E foi aí que algo inesperado aconteceu. Quando percebi você havia tirado uma flor minúscula do seu bolso e me entregado, em meio ao sorriso mais lindo que eu já havia visto.

Todos no ônibus ficaram com cara de interrogação sem entender o gesto. Fiquei sem reação e apenas observando você descer, me perguntando se eu não deveria descer também e agradecer. E naquele momento desejei poder te encontrar novamente, nem que fosse apenas mais uma vez, quem sabe? Por enquanto, guardo aquela flor e fico me perguntando o que você pensou ao me entregá-la, pois fez meu dia mais feliz.

E hoje fico desejando entrar naquele ônibus e te encontrar novamente.

Um comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...